terça-feira, abril 17, 2007

300.......belos homens!!!


Após a leitura de alguns blogs que faziam referencia ao filme 300, não consegui resistir à curiosiosidade… Ainda não sei dizer se gostei se não…acho que é um filme de excessos: Barulho e fúria. Cada efeito, cada plano é posto ao serviço do mito de Léonidas e o seu fiel Spartiates. Cada música, cada som é amplificado de forma a magnificar o heroísmo do seu sacrifício. A imagem tem demasiado grão – que confesso que acho que lhe confere um certo romantismo - a fotografia é muito saturada, e envolve texturas e tecidos que esvoaçam devagar, todo e qualquer elemento está ao serviço da composição e o de um movimento perpétuo.
As cenas de violência, que constituem uma grande parte do filme, os combates excelentemente coreografados parecem uma dança macabra onde a hemoglobina encontra maré-cheia...
No entanto, não posso negar a indubitável beleza dos corpos trabalhados dos actores. Sem dúvida um filme com uma carga homoerotica muito presente. Deve ser dos poucos filmes ditos normais, cujo casting de actores foi feito com as mesmas premissas dos filmes gayporno: homens com músculos trabalhados e abdominais bem definidos…se bem que muitos desses abdominais eram desenhados em algumas barrigas…
Alguém tem duvidas que a imagem gay não seja vendável?!...

14 comentários:

Tongzhi disse...

Eu tenho imensa curiosidade em ir ver. A primeira pessoa que me falou do filme foi um aluno. Achei imensa piada à análise, com um grande contributo histórico, que ele fez. Também li aqui e ali sobre o filme. Este teu post foi "a gota de água"...
TENHO DE IR VER!

pinguim disse...

Eu nem precisei desta gota de água, já decidi ir ver, mas vou avisado de muita coisa positiva e de alguma negativa...Depois, procurarei ter uma opinião mais pessoal.

heartvibes disse...

Vou esperar pelo DVD, não é propriamente um filme onde me apetece gastar 5 euros :)

Oz disse...

Pois... Também já postei sobre o tema e até me vi envolvido numa pequena (mas saudável) discussão sobre o tema. Para mim, e não ganho nada em dizê-lo, é muito claro o contéudo homoerótico do filme.
No resto, folgo em ver que voltaste à postagem. Abraço.

Lover disse...

Já vi imagens e tens toda a razão... o autor deve ser gay, lol! Bateu a curiosidade e talvez um dia destes tente vê-lo... Abraço forte, obrigado pela dica.

Maurice disse...

Não sei se houve ou não intenção homoerótica na realização... mas lá que delicia a vista, isso é certo. :)
Gostei bastante do fime. Do ponto de vista técnico está "vistoso"; a opção estética muito à "comic" está excelente; a banda sonora é certeira... e os trezentos gregos são lindos! E mesmo alguns persas... marchavam...

Will disse...

Ok.
O problema deve ser meu... não lhe consigo ver esse conteúdo homoerótico todo de que tanto se fala, lololol. Mas concordo: é um filme simpático.

Abraço

Luís disse...

Acima de tudo uma lição de história ;)

Aequillibrium disse...

ai se é vendável...
cada vez mais
(e ainda bem!)

;)

Emmanuel disse...

Em relação ao filme tenho exactamente a mesma opinião.

Sem querer ser invasivo, alerto apenas para o seguinte: Vendável é adjectivo de 2º de VENDAR. No contexto do seu Post deveria usar vendível que é o adjectivo de 2º de VENDER.

Fica a nota. Abraço e continue.
Emmanuel

manel disse...

Caro Emmanuel:
Agradeço o reparo e a correcção. Embora a lingua portuguesa seja por natureza complexa, creio que partilhamos o mesmo léxico... no entanto, segundo o dicionário da lingua portuguesa (http://www.priberam.pt) vendável é "adj. 2 gén.,
que se pode vender;
vendível;
que se pode vendar

Obviamente que não sou perito na lingua de Camões, mas creio compreender e fazer-me compreender na expressão oral e escrita...
mas muito obrigado pela nota.
LOL
;)

AEnima disse...

Ai esse leonidas... ai... bom bom bom! E olha que eu nem gosto de gajos musculados... mas estes davam aquele ar de ter o musculo criado pelo exercicio que necessitavam, e nao pelo ginasio. Ai esse leonidas... que bom! Nao me digas que tambem e' gay! E nos as gajas hetero de 30? Comeco ja a perder a esperanca de encontrar um hetero alto, bonito e com personalidade... nem que seja espartana :)

Anónimo disse...

os gajos do filme e os efeitos especiais, a fotografia e a textura podem ser excelentes, mas o filme não tem pés nem cabeça, não passa disso, de uma sucessão de imagens, formas, volumes, luz, cor, movimento, mas....

Anónimo disse...

higher strongest retaliatory stimulants ankita banilower simon black faire criticisms ipria
semelokertes marchimundui