segunda-feira, março 05, 2007

Sweet movie...

Ennis: I figure we got a one-shot deal going on here.
Jack: It's nobody's business but ours...
Ennis: You know I ain't queer.
Jack: Neither am I...
...

Jack: Tell you what, we coulda had a good life together! Fuckin' real good life! Had us a place of our own. But you didn't want it, Ennis! So what we got now is Brokeback Mountain! Everything's built on that! That's all we got, boy, fuckin' all. So I hope you know that, even if you don't never know the rest! You count the damn few times we have been together in nearly twenty years and you measure the short fuckin' leash you keep me on - and then you ask me about Mexico and tell me you'll kill me for needing somethin' I don't hardly never get. You have no idea how bad it gets! I'm not you. I can't make it on a couple of high-altitude fucks once or twice a year! You are too much for me Ennis, you sonofawhoreson bitch! I wish I knew how to quit you...
Ennis: Well, why don't you? Why don't you just let me be? It's because of you that I'm like this! I ain't got nothing... I ain't nowhere. Get the fuck off me! I can't stand being like this no more, Jack.

I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you... I wish I knew how to quit you...

10 comentários:

pinguim disse...

Este é um filme, que cada vez que o revejo ou vejo ou leio, ou ouço algo sobre ele, mais gosto dele!
Não é porque seja um filme gay, até nem será, é "apenas" uma belìssima história de amor, como tantas outras, difíceis, belas, impossíveis, mas humanas e com a pequena particularidade que é entre dois homens, apenas isso. Mas isso é muito, é tudo, faz a diferença...

heartvibes disse...

Se soubessemos tudo não tinha piada andarmos aqui. Já estive nesse buraco e mais uma vez a vida ensinou-me que apenas o tempo nos pode ajudar a "quittar" alguém. E além disso tudo o que fizermos para quittar alguém só a vai prender mais. São coisas e pequenas e subtís que nós farão desprender de alguém.

Luís disse...

Uma cena tão intensa... parece que a estou a rever.

Maurice disse...

É uma das cenas mais intensas e, seguramente, a mais tensa do filme.
E reflecte muito bem esse dramatismo do divórcio entre o coração e a cabeça... entre um sentimento avassalador e a certeza racional de que esse sentimento nos está minar a vida...

TD disse...

deve ter sido a frase mais famosa do ano, apesar de não ser meu filme preferido(prefiro The Trip),foi bom ver tantos dos meus amigos entusiasmados e tocados por uma historia gay...

e difiçil mandar nos sentimentos...
quanto mais parar de gostar de alguem se a pessoa não fez nada de odiavel..

Anónimo disse...

I ain't got nothing... I ain't nowhere.

Um homem perdido, apenas ligado ao amor, anos e anos.

Sempre que vejo esta cena, o rosto daquele homem rude e preso ao amor, o desespero com que diz estas palavras,a dor, a angústia, a tristeza e o imenso amor com que se abraçam depois...vêm-me as lágrimas aos olhos, sempre.

É tão, mas tão bonito.

Will disse...

Leva-me a questionar se a Agência Abreu tem pacotes para essa montanha...

Graduated Fool disse...

E um filme que me custa sempre ver. Até lembrá-lo. Quando o vejo estou sempre numa espécie de tensão, sinto sempre uma qualquer dor meio escondida.
Este diálogo é arrebatador.
A expressão do Ennis, aa forma como diz estas palavras, é de uma beleza extrema.

Ana desde el Sur del Mundo disse...

This film return me at the words... change my life and meet new friends. I LOVE this film!

A kiss from Argentina

(I wrote in english because my portugues is very bad... well... my english is not very best, no? ja ja ja!!!)

Víctor disse...

Porque será que acho o filme deprimente?!